Sort results by
Sort results by

Pesquisa apresentada no fórum econômico mundial traz as principais ambições e expectativas de jovens trabalhadores

Voltar

Os jovens de hoje procuram empregadores que ofereçam salários competitivos, crescimento na carreira e segurança no emprego, de acordo com pesquisa global realizada pós-pandemia entre a Aliança Global pelos Jovens e a Global Shapers Community (uma rede de jovens que impulsiona o diálogo, a ação e a mudança) impulsionada pela NielsenIQ. A pesquisa também mostra que jovens também querem horários de trabalho flexíveis e se mostram confiantes de ter as qualificações certas para o emprego nos próximos cinco a dez anos.

A pesquisa também revela que jovens trabalhadores acreditam que as empresas devem se responsabilizar pela saúde mental de seus funcionários, fornecer acesso digital e cumprir com seus compromissos de sustentabilidade.

O estudo identificou o desemprego juvenil e as mudanças climáticas como as duas questões globais críticas, com o desemprego ocupando o primeiro lugar na África, Oriente Médio e Europa Oriental, enquanto o clima ocupa o primeiro lugar na Europa Ocidental, Ásia-Pacífico, América Latina e Caribe.

O estudo foi realizado com quase 2.000 pessoas na faixa etária de 18 a 29 anos em 19 países1 , incluindo o Brasil. O objetivo era entender melhor as frustrações e aspirações dos jovens no pós-pandemia.

A Organização Internacional do Trabalho prevê que não haverá retorno aos níveis de emprego pré-pandemia até pelo menos 2023. A OIT projeta que, em 2022, o número de horas trabalhadas globalmente diminuirá para o equivalente a 52 milhões de empregos em tempo integral comparativamente com o quarto trimestre de 2019.

"Esta geração foi mais afetada pela pandemia do que qualquer outra", disse Laurent Freixe, CEO da Nestlé para a América Latina, e fundador e presidente da Aliança Global pelos Jovens. "Os jovens precisam de ajuda para entrar e se desenvolver no mercado de trabalho. Os membros da Aliança Global pelos Jovens, incluindo a Nestlé, estão empenhados em trabalhar juntos para fornecer soluções para o desemprego juvenil."

A Nestlé está trabalhando para enfrentar o desafio do desemprego juvenil por meio da Iniciativa pelos Jovens. Criado em 2013, o programa ajuda a equipar os jovens com as qualificações necessárias para progredir nos locais de trabalho de amanhã e encontrar empregos. Nestlé pelos Jovens também se concentra em apoiar jovens empreendedores a impulsionar e expandir seus negócios e ter as habilidades certas para ajudar a alimentar o mundo.

Os resultados dessa Pesquisa Global foram apresentados, nesta terça-feira (24/05), no Fórum Econômico Mundial, em Davos. Suas implicações para as empresas globais e as soluções potenciais foram discutidas em um painel conjunto com membros da Aliança Global pelos Jovens: Laurent Freixe, CEO da Nestlé para a América Latina, Christoph Catoir, presidente da Adecco e Angelika Gifford, vice-presidente da Meta para EMEA. A sessão foi facilitada por Liz Kakooza, membro da Global Shapers Community.

YOUTH no Brasil 

Desde 2015, a Nestlé em âmbito global, assumiu o compromisso de ajudar 10 milhões de jovens a terem acesso a oportunidades no mercado de trabalho até 2030. Para contribuir com essa meta, a Companhia possui programas voltados para o público interno e externo com o objetivo de aumentar a empregabilidade jovem no país por meio da educação complementar e qualificação profissional.  

Um desses projetos é a Aliança pelos Jovens que, no Brasil, reúne 76 empresas comprometidas em oferecer capacitação profissional e oportunidades de primeiro emprego para o público jovem. Em Maio, a Nestlé realizou o primeiro encontro presencial, pós pandemia, unindo alguns representantes dessas companhias. Na ocasião, a Nestlé apesentou alguns de seus principais programas com o objetivo de gerar insights para que as demais instituições também possam usar a força de seus negócios para a capacitação de jovens. 

Para completar as iniciativas desenvolvidas pela companhia, a Nestlé oferece uma plataforma que engloba em um único canal todas as oportunidades de programas voltados para jovens. Entre 2015 e 2020, a Nestlé impactou mais de 110 mil jovens por meio de seus programas “Jovens Veterinários”, “Mentoria Social”, “Jovens Transformadores em Campo”, “Jovens Nutricionistas”, “Yocuta” (formação de jovens talentos culinários) e “Jovens Pediatras”. Ainda nessa frente, em 2021, a Nestlé lançou o “Geração Que Faz Bem” - uma iniciativa que seleciona oito projetos sociais liderados por jovens para aceleração e mentoria em parceria com a ONG Kids Rights e a Yunus Corporate.

1Argentina, Austrália, Brasil, Bulgária, China, Egito, Índia, Indonésia, Quênia, Nigéria, México, Polônia, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e Estados Unidos.