Sort results by
Sort results by

Rosângela vive a atividade leiteira há muito tempo

À frente da fazenda São Francisco, Rosângela tornou a propriedade um exemplo de gestão, de qualidade do leite, e de respeito ao meio ambiente e ao bem-estar animal.
Mulher de camisa e boné posa para foto ao lado de uma vaca em um estábulo.

Mulher de camisa roxa e boné amarelo em uma fazenda

Por isso, a família da Rosângela está entre os mais de 3.500 fornecedores de leite da Nestlé que possuem o Selo de Boas Práticas na Fazenda* e entre as mais de 190 fazendas que já atingiram o nível mais avançado: o BPF Nature*.

 
Mulher de camisa roxa e boné amarelo ordenha uma vaca Mulher de camisa roxa e boné amarelo encosta o rosto no focinho de uma vaca Homem de boné laranja e mulher de boné amarelo sorriem

O foco do BPF Padrão e Nature* é fornecer um leite com altíssima qualidade, livre de resíduos e o mais próximo possível do natural.
 

100% das fazendas que fornecem leite para Nestlé já fazem parte do programa BPF padrão*.

Outras 190 já fazem parte do BPF Nature*.

Uma evolução das Boas Práticas na Fazenda, que há mais de 15 anos leva leite de alta qualidade à mesa dos brasileiros.

A fazenda da Rosângela faz parte dessa evolução do BPF Nature*.
Veja como:Gado em um pasto


Rosângela instalou hidrômetros e registra todo o consumo de água da fazenda. O objetivo é reduzir ao máximo o desperdício.

Para manter a certificação do BPF Nature*, Rosângela também faz o manejo correto de todos os resíduos da fazenda, impedindo assim que eles poluam rios, cursos d’água e solo.

Para evitar que as vacas se machuquem, quando ainda são bezerrinhas é feita a mochação, ou seja, a retirada do botão que futuramente se transformará em chifres.

Na fazenda da Rosângela, assim como nas demais fazendas BPF Nature*, o uso de analgesia e anestesia durante esse procedimento é obrigatório.

O que garante o leite de qualidade são os testes realizados na produção: todas as fazendas BPF Nature* precisam produzir leite de altíssima qualidade. Para conquistarem o selo, a contagem bacteriana total do leite, ou seja, o número de bactérias por ml, deve ser de 50 mil. Esse número é 10 vezes menor que a média brasileira.

Rosângela também suspendeu o uso de hormônios e quaisquer promotores de produção.

Mulher de camisa roxa e boné amarelo em uma fazenda

“Eu quero ser uma produtora do futuro, sim. Acho que ganha a propriedade, ganha o consumidor."

Rosângela da Silva, produtora de leite certificada do BPF Nature

O cuidado da Rosângela com o bem-estar animal, a qualidade e a sustentabilidade trazem resultados:

  • Animais mais produtivos e saudáveis, que não recebem aplicação de hormônios ou promotores de crescimento

  • Um bônus de R$ 0,10 por litro de leite para Rosângela e sua família

  • Leite com mais qualidade e mais natural

  • Visitas e auditorias periódicas à propriedade e todo o suporte da Nestlé necessário à Rosângela

O leite que a Rosângela e as outras famílias produzem é o nosso leite, o que chega na sua casa e que você já conhece.

Mulher de camisa roxa e boné amarelo trabalha em uma sala de ordenha

*O BPF agora é PPS – Programa de Práticas Sustentáveis. É uma evolução do programa, sendo ainda mais completo e criterioso, com o objetivo de produzir um leite mais natural e de forma mais sustentável.

Objetivo de “Apoiar e incentivar a produção de leite de forma sustentável e mais próxima possível do estado natural”.