Sort results by
Sort results by

Café da manhã é mais do que você imagina

CEREAIS MATINAIS
Pesquisa mostra relação entre café da manhã e desempenho escolar


A Unidade de Cereais Matinais da Nestlé apresentou em coletiva realizada em São Paulo, os resultados de uma pesquisa inédita com professores, desenvolvida especialmente para a nova etapa da campanha “Café da manhã é + do que você imagina!”.

O estudo avaliou a percepção de 300 profissionais da educação sobre os hábitos alimentares dos alunos. Os resultados mostraram que a maioria dos entrevistados (64%) percebe que os estudantes não tomam café da manhã. Os principais indícios apontados são a desatenção e a dificuldade de concentração durante as aulas.

Estudos científicos mostram que o consumo regular de um café da manhã balanceado melhora a capacidade de concentração e deixa as crianças mais dispostas para aprender*.

De acordo com Dr. Mauro Fisberg, pediatra e nutrólogo da Universidade de Federal de São Paulo (Unifesp), a falta de alimentação tem impacto na energia das crianças e pode prejudicar o aproveitamento das aulas.

“Após o período de jejum durante o sono, o corpo e o cérebro precisam de alimento para começar a desempenhar suas funções. Dependendo da atividade da criança no período da manhã, ela terá menos disposição, ficará mais cansada e haverá queda no desempenho”, explica.

Estudo com professores

Na pesquisa encomendada pela Nestlé, realizada em junho de 2012 pelo instituto de pesquisas Ideafix Estudos Institucionais, foram entrevistados professores do Ensino Fundamental I e II (1° ao 9° ano) de escolas particulares da cidade de São Paulo (SP).

Os resultados apontaram outro dado alarmante: 80% dos professores já presenciaram mal-estar físico dos alunos no período da manhã, em situações que acreditam ter como causa a falta de alimentação. Os sintomas mais citados foram tontura, dor de cabeça, enjoo, palidez, fraqueza e desmaio.

Segundo a nutricionista da Universidade de São Paulo (USP), Dra. Sílvia Cozzolino, mesmo crianças saudáveis e sem nenhuma deficiência nutricional grave podem apresentar os sintomas mencionados pelos professores se ficarem muitas horas sem se alimentar ou mesmo se a refeição não for adequada.

“O café da manhã, também chamado desjejum, é importante, porque como o próprio nome indica é o momento em que o organismo deixa seu estado de jejum ao receber a primeira alimentação, e, quanto mais saudável for o café da manhã, maiores serão os benefícios para o indivíduo, que terá suas necessidades de nutrientes atendidas e melhores condições para as atividades diárias. Além disso, ao pular o café da manhã perde-se a oportunidade de ingerir alguns nutrientes essenciais, que dificilmente seriam compensados em outras refeições”, diz.

Entre os educadores pesquisados, 89% reconhecem que a falta de café da manhã influencia o aproveitamento das aulas e 95% entendem que crianças alimentadas têm mais disposição para aprender.

No entanto, apenas 14% acreditam que todos os seus alunos têm o hábito de tomar café da manhã regularmente. Para 55%, a falta da refeição é mais frequente entre os alunos maiores, do 5° ao 9° ano, com idades entre 11 a 14 anos.

Para o Dr. Mauro Fisberg, é compreensível, já que essa faixa etária tende a ser mais independente do controle dos pais em relação à alimentação. “É realmente muito positivo cultivar o hábito desde os primeiros anos, pois isso tende a facilitar uma postura saudável nas outras fases”, diz.

De acordo com a nutricionista Sílvia Cozzolino, é bom lembrar que a variação do cardápio, além de contribuir para uma refeição mais equilibrada e nutritiva, permite que a criança tenha mais opções no futuro, quando tiver que fazer suas próprias escolhas.

Café da manhã equilibrado

A nutricionista destaca que uma refeição equilibrada deve conter todos os grupos de alimentos: uma porção de carboidratos como cereais, preferencialmente integrais; uma porção de leite ou derivados como fonte de proteína e cálcio; e uma porção de frutas ou suco, que oferece minerais, vitaminas e fibras.

“Pensando no papel do café da manhã entre as refeições, uma composição que ofereça cerca de 25% da recomendação diária de nutrientes é muito positiva”, diz. Ela lembra que, dessa forma, a refeição ajuda a prevenir a falta de vitaminas e minerais, como cálcio e ferro, cujas deficiências são a principal causa do raquitismo e da anemia, respectivamente.

O café da manhã com cereais matinais pode ser uma opção prática, saborosa e nutritiva. Sua combinação com frutas e leite, estimula o consumo de cálcio, vitaminas e minerais.

Uma porção de 30g de cereais matinais Nestlé combinados com 125 ml de leite fornece quase um terço da recomendação diária de cálcio e ferro, além de contribuir para a ingestão de cereais integrais, recomendados pelo Guia Alimentar para a população Brasileira.

Os cereais matinais Nestlé são os únicos feitos com grãos integrais.

Campanha Café da manhã é + do que você imagina!

Com o objetivo de conscientizar mães sobre a importância de uma refeição balanceada no começo do dia e seus benefícios para o desenvolvimento das crianças, a Unidade de Cereais Matinais da Nestlé desenvolveu a campanha “Café da manhã é + do que você Imagina!”, que desde 2011 oferece informações a formadores de opinião ligados à saúde, nutrição e educação, além de consumidores.

A campanha conta com o site www.maisdoquevoceimagina.com.br, com uma ferramenta interativa para comparar diferentes cardápios e canais no Facebook (https://www.facebook.com/maisqvcimagina) e Twitter (@maisqvcimagina), que oferecem dicas para um café da manhã equilibrado.