Sort results by
Sort results by

Nestlé lista maiores dúvidas de reciclagem dos usuários e lança nova versão de bot pelo WhatsApp

Voltar

Tempos de isolamento, quando aumenta o consumo em casa, são a oportunidade para repensar a forma de consumo, reciclar e reduzir a produção de lixo
São Paulo, junho de 2020 - O aumento do lixo domiciliar nesse período de isolamento social é uma boa oportunidade para repensar as formas de consumo e ampliar a reciclagem de materiais. Nesse momento de quarentena, as dúvidas dos consumidores aumentam, uma vez que estão convivendo de forma mais intensa com a questão da separação final dos resíduos gerados em casa.

A Nestlé, que mantém desde fevereiro o EcoBot, uma tecnologia que tira dúvidas e orienta as pessoas sobre o correto descarte e a destinação do lixo, identificou o top 10 das dúvidas mais comuns de reciclagem trazidas pelos usuários da ferramenta. O ranking por agrupamento mostra as maiores dúvidas: em primeiro lugar, os plásticos metalizados, como salgadinho, biscoitos e chocolate. Na sequência, estão garrafas (plástico e vidro), papel, lata, eletrônicos, higiene pessoal (como desodorante), isopor, embalagem cartonada e resíduos de obra.

No caso dos metalizados, podem ser descartados junto com o reciclável se estiverem secos. As garrafas, sejam de vidro ou plástico, podem ser destinadas se estiverem secas e sem resíduos orgânicos. Os resíduos recicláveis não precisam ser lavados antes do descarte, mas também não podem estar muito sujos, ou seja, com resíduos orgânicos, pois prejudica o processo de reciclagem. Na grande maioria dos casos, o papel é reciclável, assim como embalagens cartonadas. Latas de aço e alumínio são recicláveis, já as de aerosol também são, mas devem ser completamente esvaziadas antes do descarte, em razão dos compostos químicos presentes na embalagem. O isopor, apesar de muitas vezes não ser reciclado, é melhor descartá-lo no lixo de recicláveis, pois em alguns casos ainda pode haver uma chance de reaproveitá-lo e algumas cooperativas já atuam com esse material. No caso de materiais como plásticos flexíveis e resíduos de obras, existem casos em que é possível, na dúvida vale a consulta antes do descarte.

“As pessoas querem repensar suas atitudes, mas precisam de apoio, de informação, de meios. Nosso EcoBot nasceu com esse propósito de orientar, disseminar informação, incentivar a coleta seletiva, em uma jornada constante de aprimoramento”, diz Barbara Sapunar, head de Criação de Valor Compartilhado da Nestlé Brasil.

Com base nos aprendizados, maiores dúvidas dos usuários e análise das funcionalidades, a Nestlé ajustou o EcoBot - a tecnologia que tira dúvidas e orienta as pessoas sobre o correto descarte e destinação do lixo – e lançou uma nova versão, em abril. Entre as novas funcionalidades estão o aprimoramento da inteligência artificial do robô, facilitando o reconhecimento das dúvidas dos usuários, e da experiência, para que a interação seja mais intuitiva e ágil, além de ajustes de tom de voz e de frases, com linguagem mais simples. O estudo do comportamento do usuário nos dois primeiros meses de uso também permitiu a formação de um banco de dados mais robustos, incluindo maior volume de sinônimos, e ajustes nas respostas a partir dos questionamentos mais comuns, com navegação mais assertiva e ágil pelos menus.

Entre as funções disponíveis estão a capacidade de responder se um item que o consumidor quer jogar fora pode ou não ser reciclado e, caso sim, como e onde ele deve ser descartado. E mais: também é possível receber sugestões para facilitar o dia a dia da reciclagem em casa, incluindo orientações sobre como descartar o lixo e gerar impacto social, ajudando catadores e cooperativas que atuam com reaproveitamento de resíduos. Para acessar os serviços do EcoBot basta adicionar o número (11) 99714-0849 e enviar uma mensagem inicial para começar a conversa pelo WhatsApp.

Dicas para reduzir quantidade de lixo
Cada pessoa gera cerca de 1 kg de lixo por dia, o equivalente a um saco comum de 20 litros. Para reduzir a quantidade de lixo produzido todos os dias, existem quatro dicas principais:

- Substituir copos descartáveis por reutilizáveis ou garrafas de água;
- Reutilizar as embalagens e versões em refil para repor os produtos;
- Fazer a separação do lixo seco (como as embalagens) do lixo úmido (como restos de alimentos), como em sacos de cores diferentes, destinando os materiais para reciclagem – as embalagens devem ser dispensadas sem restos de alimentos, sem necessidade de lavagem;
- Criar novos usos para as embalagens, como garrafa PET e de vidro, que podem se transformar em organizadores, porta-lápis, brinquedos, artesanato, vaso de plantas, objetos de decoração e muito mais, com vários tutoriais na internet.

Sobre a Nestlé
É a maior empresa de alimentos e bebidas do mundo. Está presente em 190 países e seus 308 mil colaboradores estão comprometidos com o propósito da Nestlé de melhorar a qualidade de vida e contribuir para um futuro mais saudável. A Nestlé oferece um amplo portfólio de produtos e serviços para cada etapa de vida das pessoas e de seus animais de estimação. Suas mais de 2000 marcas variam dos ícones globais, como Nescafé ou Nespresso aos favoritos locais como Ninho. O desempenho da empresa é impulsionado por sua estratégia de Nutrição, Saúde e Bem-Estar. Sua Sede fica na cidade suíça de Vevey, onde foi fundada há mais de 150 anos. No Brasil, instalou a primeira fábrica em 1921, na cidade paulista de Araras, para a produção do leite condensado Milkmaid, que mais tarde seria conhecido como Leite Moça. A empresa tem unidades industriais localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Goiás, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. Emprega 32 mil colaboradores diretos e gera outros 200 mil empregos indiretos. A Nestlé Brasil está presente em 99% dos lares brasileiros, segundo pesquisa realizada pela Kantar Worldpanel.